Chile

Chile, o país mais extenso da América do Sul, tem uma economia de mercado livre e robusta. Durante as últimas duas décadas o Chile conseguiu evitar os problemas que os paises vizinhos enfrentaram. Uma política econômica bem sucedida e um foco na diversificação de parceiros comerciais asseguraram números estáveis de crescimento e nos últimos anos uma inflação decrescente.

A economia chilena continua em grande parte dependente de alguns setores, como: cobre, pescaria e indústria de madeira. O rápido crescimento da economia nos últimos anos resultou na queda de desemprego. Os setores mais promissores para os próximos anos são: meio ambiente, mineração, telecomunicação, indústria e prestação de serviços financeiros. Principalmente os setores de telecomunicação, mineração, indústria de madeira e o setor de serviços financeiros se beneficiaram dos investimentos estrangeiros nos últimos anos. 

Gostaria de saber mais sobre o Chile, sobre setores atrativos e as excelentes oportunidades de negócios? Clique aqui para baixar gratuitamente o relatório sobre o Chile (em inglês).